Trigo é saude

Trigo é saude

Ceia saudável

Veja dicas da nutricionista Vanderlí Marchiori para as festas de final de ano

Vanderlí MarchioriFoto: Sílvia Zamboni Não é preciso passar a noite de Natal contando calorias ou recusando sobremesas, mas algumas atitudes são muito bem-vindas, já que poupam o organismo de desgastes e evitam o ganho de vários quilinhos extras.

Para falar sobre o assunto, convidamos a consultora do site Trigo É Saúde, a nutricionista e fitoterapeuta Vanderlí Marchiori, secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva, com especialização em medicina natural pelo Manchester Institute, de Boston, nos Estados Unidos.

Confira agora a entrevista exclusiva:

Trigoésaúde: O final do ano é marcado por comemorações em torno da mesa. Na sua opinião, existem alimentos que deveriam ser evitados? Por quê? Vanderlí Marchiori: Como essas festas acontecem no verão, as temperaturas estão mais elevadas, por isso o consumo de opções ricas em gorduras pode causar desconfortos, além de dar trabalho extra ao fígado. É melhor evitar pratos como o leitão a pururuca, além de receitas engorduradas de pernil e frituras.

Trigoésaúde: Você poderia dar alguns exemplos de substituições? Vanderlí Marchiori: O peru é uma excelente opção de proteína. Ele tem cortes magros e ricos em sais minerais. Até mesmo o frango pode entrar na ceia, em receitas elaboradas com pouca gordura. Uma alternativa inusitada é servir peixe na ceia de Natal, por que não?

Trigoésaúde: Existe algum alimento que colabora para a boa digestão? Vanderlí Marchiori: O ideal é não exagerar na comilança, mas, como nem sempre é possível, vale apostar no abacaxi. Ele oferece uma substância chamada bromelina, que ajuda na digestão de gorduras. Incluir saladas de folhas verdes e muitas frutas também é uma forma de dar uma força ao processo digestivo.

Trigoésaúde: As ceias são realizadas bem tarde da noite. Esse hábito pode causar algum desconforto? Quais as dicas para evitar problemas? Vanderlí Marchiori: A sugestão é não ficar em jejum por longos períodos esperando pela ceia. O ideal é tomar um copo de suco de frutas para não ficar de estômago vazio. Outra dica bacana é "beliscar" amêndoas, nozes e outras delícias que esbanjam substâncias protetoras e, para a nossa sorte, ficam mais acessíveis nesta época do ano. Vale ressaltar que elas também são bastante calóricas e o exagero não é bem-vindo.

Trigoésaúde: Por falar em opções mais acessíveis, quais seriam outros alimentos bacanas que aparecem no cardápio apenas nas festas de final de ano? Vanderlí Marchiori: As castanhas-portuguesas, que contêm minerais como o potássio, as frutas vermelhas, que estão cheias de antioxidantes, e até mesmo o peru, que é nutritivo e magrinho. O panetone surge como uma opção rica em carboidrato e pode entrar na mesa do café da manhã, no lugar do pão, para garantir mais disposição nesses dias de corre-corre.

Trigoésaúde: Por fim, você poderia dar uma receitinha de suco desintoxicante para as manhãs pós-ceia? Vanderlí Marchiori: Bata no liquidificador 2 folhas de couve-manteiga, 1 fatia de abacaxi, 1 colher de sopa de mel, 2 colheres de talo de agrião, suco de 1 limão, 1 colher de sobremesa de capim-cidreira e água mineral gelada a gosto.



Tem mensagem para você

Clique aqui e conheça alguns benefícios
dos alimentos
à base de trigo

Pergunte ao Doutor

Quais as sobremesas mais indicadas para depois de uma refeição com massas? Veja a resposta da nutricionista Juliana Zanetti, do Hospital São Camilo,
de São Paulo.

Quiz

Você sabia que a farinha de trigo ajuda a combater a anemia?Faça o nosso teste e descubra o porquê

Já ouviu falar do glúten?Faça o nosso teste e saiba mais sobre essa substância

Enquete

Como você conheceu o site trigoesaude.com.br? Anúncio em revista Anúncio em sites Anúncio em rádio Google ou outros sites de busca Divulgação na padaria ou mini-mercado Divulgação em embalagens de farinha de trigo, massas ou biscoitos Email marketing Indicação de amigos Outros
Mapa do Site
Abre Copyright © 2012 - Conteúdo desenvolvido pela área de Projetos Especiais, da Editora Abril,
sob encomenda para a Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo).